Hidratação: água e chás são essenciais para o perfeito funcionamento do corpo

Para que o corpo humano apresente excelente saúde é preciso que ele esteja permanentemente hidratado. Portanto, é preciso dar atenção especial à ingestão de água, de sucos ou de chás, regularmente.

A água permite a realização de diversas reações químicas necessárias para a sobrevivência. Por isto, ela é de extrema importância para o corpo humano.

A água protege da desidratação, uma vez que permite que todas as células funcionem de forma adequada, e, por isto, alcançam o nível máximo de desempenho.

 

Hidratação para perfeito metabolismo

 

A água é essencial para os tecidos corpóreos, já que, por extensão, ela está presente nas reações químicas, respiração, circulação, funcionamento dos rins, digestão, sistemas de defesa, pele, entre outros.

O mais importante, contudo, é não se esquecer que a perda de líquidos corporais ocorre através da transpiração, suor, saliva, urina e fezes. Em consequência, é preciso ingerir bastante água todos os dias, ou seja, no mínimo, 2,5 litros/dia.

 

Fornecimento de líquidos ao corpo

 

O volume de água no corpo varia de acordo com a idade, sexo e quantidade de tecido adiposo que a pessoa possui. Portanto, muita atenção para ela. Não se esqueça de tomar muita água todos os dias, porque ela garante excelente saúde ao corpo.

O fornecimento ocorre através da ingestão de líquidos (água, sucos e chás), consumo de alimentos que possuem quantidades consideráveis de água (vegetais e frutas).

O bom funcionamento do organismo depende da água. Além de distribuir os nutrientes pelos diferentes órgãos, além disto, a água ajuda a regular a temperatura do corpo. Ela também, ao mesmo tempo, auxilia a eliminar toxinas através da urina e da transpiração. Da mesma forma, igualmente, ajuda a estimular o trânsito intestinal.

 

 

Percentual de água no corpo humano

 

Estima-se que um adulto saudável possua cerca de 75% de seu peso corpóreo proveniente da água. Observe, só! Em torno de 3/4 do nosso peso são representados pela água. Importante, pois, é manter o nível de hidratação bem alto no organismo.

A água é mantida no corpo em compartimentos extracelulares (fora das células, sobretudo, no plasma) e intracelulares (interior das células).

Não se esqueça: como não há depósito de água no nosso corpo, precisamos repô-la todos os dias.

Água, elixir da vida longa!

 

Capacidade solvente

 

Por atuar como solvente, a água dissolve substâncias como minerais, vitaminas e aminoácidos, deixando-as disponíveis para o uso por parte das células.

A água também é responsável pelo transporte de oxigênio e nutrientes para todas as células, já que é um dos principais componentes do plasma sanguíneo.

Controle da temperatura corpórea

 

Para conservar a água, o corpo fecha os poros, fato que resulta no aumento da temperatura interna, provocando cansaço.

Como a água é fator fundamental para ajudar a dissipar o calor corpóreo, é preciso que ocorra ingestão regular dela.

 

Água, primordial para o cérebro

 

O cérebro funciona de modo semelhante ao computador. Se funcionar bastante, esquenta, aumenta a temperatura. Aí, então, entra em ação a água, que ajuda a manter a temperatura ideal, equilibra e fortalece as funções cerebrais.

Ademais, a água também contribui para gerar maior agilidade ao cérebro, que é composto por 95% dela.

Ela também melhora a memória e as atividades cerebrais.

As meninges (membranas que envolvem o cérebro) são lubrificadas pelo liquor. Fluido que contém água e ajuda a reduzir o impacto sobre a massa encefálica.

Presença na mucosa estomacal

 

A mucosa estomacal (sucos gástricos) tem 98% de água. A falta dela afeta a integridade da mucosa, prejudicando a proteção estomacal contra os efeitos do ácido clorídrico, que ajuda a geração de úlceras.

A água também é o principal componente dos sucos pancreáticos e da bile.

 

Presença em outros órgãos

 

A água está presente de forma bastante significativa em outros órgãos do organismo.

A urina, por exemplo, é composta por 95% dela; saliva, 98%; suor, 98%; linfa, 92%; pulmões, 86%; fígado 85%; rins, 83%.

A cartilagem tem 70%; músculos, 75% e o coração, 76%;

A água é responsável, inclusive, por 20% dos ossos.

Além de auxiliar o processo de excreção, a água participa de outros processos fisiológicos, caso da digestão, de secreções, articulações, pele e nos sistemas respiratório, digestivo e nervoso.

 

Auxiliar da limpeza

 

Os rins são responsáveis pela formação da urina, líquido que tem 95% de água e serve para eliminar resíduos inúteis do organismo.

Apenas para se ter uma ideia, para gerar um litro de urina, os rins processam cerca de 1.000 litros de sangue.

 

Consumo diário de água

 

Especialistas recomendam que um indivíduo beba no mínimo 2,5 litros por dia. “Quando a pessoa está com sede é porque já passou do ponto de beber água”, afirmam pneumologistas.

Em dias muito quentes, ou quando a pessoa faz exercícios intensos, a ingestão pode chegar a seis litros, porque o suor “desperdiça” muito líquido na tentativa de manter a temperatura do corpo em nível adequado.

 

Sem água não há vida

 

Um ser humano pode ficar semanas sem ingerir alimentos, mas passar de três a cinco dias sem ingerir líquidos pode ser fatal. Para manter perfeita saúde é preciso ingerir muita água, diariamente.

 

 

Sintomas da falta de água

 

Alguns sintomas podem ser observados quando nosso corpo fica sem água.

Sentimos sede, boca seca, lábios rachados e urina mais escura.

A urina, a propósito, é um dos mais evidentes sintomas, sendo essencial que ela esteja bem clara.

 

Problemas causados pela falta de água no organismo

 

A falta de água pode causar dores terríveis, que podem levar o indivíduo a deixar de fazer atividades e provocar mal-estar em diversos órgãos.

  • Pele ressecada: as rugas se acentuam e aparecem cravos e espinhas, porque toxinas do organismo não são eliminadas corretamente.
  • Intestino preso: as fezes ficam mais secas e endurecidas, dificultando a eliminação.
  • Tontura e desmaio: a pressão arterial cai em decorrência da redução do volume de sangue em circulação.
  • Boca seca: as mucosas se tornam secas e frágeis. Ocorrem sangramentos no nariz. Os olhos ficam vermelhos. Diminui a produção de saliva.
  • Pedras nos rins: para prevenir crises renais, beber bastante água é fundamental.
  • Fadiga: a velocidade da atividade das enzimas se reduz e surge a fadiga.
  • Envelhecimento precoce: a água ajuda o organismo a combater os radicais livres e a prevenir o envelhecimento precoce dos órgãos, sobretudo, da pele.
  • Excesso de peso e obesidade: beber água auxilia a eliminação de toxinas e de resíduos.
  • Pressão arterial alta e baixa: o consumo de água é fundamental para eliminar toxinas da corrente sanguínea e facilitar a circulação do sangue.

Outros problemas causados pela falta de água

  • Colesterol ruim alto: a falta de água (desidratação) causa excesso de líquido drenado desde o interior das células, fazendo com que o corpo tente impedir a perda, produzindo mais colesterol.
  • Doenças do aparato digestivo: redução da secreção de sucos digestivos, gerando sérios problemas estomacais (gastrite e úlceras).
  • Problemas respiratórios: de grande importância para o perfeito funcionamento do sistema imunológico, a água é capaz de prevenir doenças respiratórias.
  • Desequilíbrio do pH: a ingestão de água suficiente contribui para manter o pH do sangue equilibrado.
  • Eczemas (inflamações cutâneas): o corpo precisa de grande quantidade de líquido para poder suar entre 500 e 700 ml de água. O suor elimina toxinas e resíduos causadores de irritações na pele.
  • Infecções urinárias: as funções do sistema urinário dependem do volume de água ingerido diariamente.
  • Reumatismo: a insuficiência de água faz com que o corpo e a corrente sanguínea acumulem toxinas, causando dores e doenças.
  • Dano cerebral: a falta grave de água pode gerar desequilíbrio entre elementos básicos, (sódio e potássio), porque a deficiência causa consequências graves, por exemplo, caso dos transtornos cardiovasculares.

 

Água, nos períodos mais frios do ano

 

Nos períodos mais frios do ano, a ingestão de água se torna mais difícil para algumas pessoas, nestes momentos, o consumo de chás é bastante apropriado para manter a hidratação e não prejudicar a saúde.

Boa saúde depende de hidratação! Abuse dos líquidos. O seu organismo vai agradecer. Pode acreditar!

SAÚDE! MUITA SAÚDE!

 

# # #