Alimentos que aceleraram o metabolismo

O conjunto das reações químicas que ocorrem num organismo vivo com o fim de promover a satisfação de necessidades estruturais e energéticas chama-se metabolismo.

Existe variada linha de alimentos, sucos e chás que ajudam a acelerar o metabolismo.

Metabolismo (do grego metabolismos, “μεταβολισμός”) significa mudança. Quer significar, em outras palavras, a mudança do alimento em energia e calor para o corpo.

Cada pessoa tem metabolismo diferente

Cada pessoa é única e assim também é o seu metabolismo. Umas têm metabolismo mais lento, outras, acelerado.

O fato de conhecer o próprio corpo, portanto, é o primeiro passo para quem busca vida saudável.

Importante considerar que em relação às reações metabólicas, o trabalho do organismo varia de pessoa para pessoa.

Em outras palavras, isto quer dizer que cada caso precisa ser entendido individualmente, de acordo com cada necessidade física.

Conjunto de transformações

Em linhas gerais, o metabolismo é o conjunto de transformações e reações químicas do corpo.

É constituído por duas ações.

Anabolismo: reações de construção das células.

Catabolismo: reações que liberam energia para o corpo.

 

Funções do metabolismo

O metabolismo tem quatro funções específicas, a saber:

Obter energia química pela degradação de nutrientes ricos em energia.

Converter as moléculas dos nutrientes em unidades fundamentais precursoras das macromoléculas celulares.

Reunir e organizar estas unidades fundamentais em proteínas, ácidos nucleicos e outros componentes celulares.

Sintetizar e degradar biomoléculas necessárias às funções específicas das células.

Metabolismo energético

Conjunto de reações que envolvem trocas energéticas no organismo. Para que elas aconteçam, todavia, são necessários substratos energéticos, provenientes da alimentação.

As principais fontes de energia utilizadas nestas reações são os carboidratos, os lipídios e as proteínas.

 

Produção de energia

As moléculas provenientes do processo de digestão dos alimentos são encaminhadas para as células, onde são oxidadas, produzindo energia.

No processo de digestão, os alimentos são quebrados em moléculas menores e absorvidos, indo para a corrente sanguínea.

Para que haja a completa degradação das moléculas obtidas por meio da alimentação em CO2 (dióxido de carbono ou gás carbônico) e H2O (água), com maior produção de energia, é necessária a presença de oxigênio.

Armazenamento do excesso

Quando ocorre o excesso destes substratos, no caso de não serem usados, eles podem ser armazenados de várias formas pelo organismo.

Os carboidratos, por exemplo, podem ser armazenados na forma de glicogênio no fígado, para serem, posteriormente, absorvidos.

Fontes de energia e calor

Além de fornecer energia, os alimentos fornecem os precursores para a síntese de biomoléculas, como os aminoácidos essenciais.

A produção de energia é responsável pela liberação de calor, que é usado para manter em nível ideal a temperatura corporal. O mesmo ocorre também para a produção de ATP (trifosfato de adenosina) molécula que participa de inúmeros processos metabólicos, fornecendo energia para a realização.

 

Metabolismo basal

A quantidade de energia que o organismo necessita para realizar as funções é conhecida como metabolismo basal.

Em torno de 75% da energia produzida a partir da alimentação são empregados para a realização das funções vitais do organismo, caso da respiração, das atividades do sistema nervoso e de circulação.

 

Variação da taxa basal

Sexo e idade da pessoa são aspectos importantes para o nível da taxa de metabolismo basal, já que ela varia de acordo com estes dois fatores.

 

Energia gasta pelo organismo

Diversos fatores têm influência sobre a quantidade de energia demandada pelo organismo.

Pessoas mais jovens, por exemplo, têm gasto maior de energia, empregado, sobretudo, para o crescimento.

Mulheres, pelo fato de apresentarem menor percentual de massa muscular e da ação dos hormônios específicos, têm menor taxa metabólica basal do que os homens.

 

Alimentos e boa saúde

Alimento é toda a substância que serve para nutrir e que contribui para manter o organismo, para sustentá-lo.

Há alimentos benéficos, que fazem bem, positivos, favoráveis, que beneficiam o organismo.

Há, todavia e igualmente, alimentos nocivos, que fazem mal, negativos, desfavoráveis, que prejudicam o corpo.

Por esta razão, há a necessidade de se conhecer bem as propriedades de cada alimento para saber discernir entre o alimento certo, benéfico, evitando o alimento errado, maléfico.

Trata-se de questão de suma importância porque a saúde da pessoa está diretamente ligada ao o que ela come.

 

Cuidados além da comida

Além de seguir hábitos saudáveis para eliminar os quilinhos a mais, indesejados, é preciso consumir alimentos que ajudam a acelerar o metabolismo, para a obtenção de energia e calor.

As reações do sistema digestivo são reguladas e catalisadas por enzimas para a produção de energia química, conversão das moléculas dos nutrientes em precursoras de macronutrientes, caso, por exemplo, de aminoácidos, bases nitrogenadas, açúcares e ácidos graxos.

 

Produção de macromoléculas

O mesmo ocorre com a produção de macromoléculas, como são exemplos as proteínas, os ácidos nucleicos, polissacarídeos (polímeros naturais) e lipídios, síntese e degradação de biomoléculas especializadas.

A ATP (molécula de adenosina trifosfato, nucleotídeo responsável pelo armazenamento de energia em ligações químicas), por sua vez, fornece energia para a realização de reações no metabolismo.

 

Tipos de metabolismo

Cada pessoa apresenta resposta fisiológica diferente diante dos processos metabólicos dos nutrientes, sobretudo, nos casos de macronutrientes, como carboidratos, proteínas e lipídios

Segundo nutricionistas, é justamente esta diferenciação que faz com que cada pessoa responda de forma positiva ou negativa aos alimentos, ou seja, alguns apresentam resposta metabólica e, em consequência, têm melhor digestão e absorção dos alimentos, do que outros.

 

Entendendo os tipos de metabolismo

Proteína: a recomendação para este tipo de metabolismo é alimentação adequada com base proteica, investindo em alimentos ricos na substância, caso da soja, peixes de escamas, amêndoa, tofu. O mesmo ocorre com frutas como abacate, amora, goiaba, ameixa, jaca, banana e maracujá.

Com isto, fica mais fácil alcançar os objetivos como a perda de peso e melhoria da hipertrofia muscular (aumento do músculo), entre outras melhorias.

https://gnt.globo.com/bem-estar/noticia/alimentos-ricos-em-proteinas-conheca-10-deles-e-saiba-como-usa-los-na-sua-dieta.ghtml

Carboidrato: existem pessoas que respondem melhor aos carboidratos ou às gorduras saudáveis. O consumo de alimentos ricos em carboidratos complexos, caso de pães integrais, massas integrais, frutas e peixes de escamas é bastante benéfico.

Lipídios: Conhecidos também como metabolismo misto, a recomendação é a de que pessoas evitem o consumo de alimentos contendo glúten já que são mais propensos a causarem alergias e intolerâncias alimentares.

Nutricionistas revelam que a resposta de cada pessoa varia de acordo com a genética e as frações do DNA.

 

Como descobrir o tipo de metabolismo

Profissionais da área de Nutrição esclarecem que a forma mais direta e fácil de descobrir a resposta fisiológica de cada pessoa frente ao metabolismo, para descobrir o seu “tipo de metabolismo” é fazer teste genético, feito em consultórios, com profissionais capacitados.

Importante se torna conhecer o tipo de resposta metabólica para que a alimentação e o plano alimentar sejam adaptados para obter os melhores resultados, já que objetivam melhorar as condições de saúde, de sono, do rendimento em atividades e em estudos.

 

Atento aos sinais

Estar atento aos sinais do organismo é excelente modo de conhecer o corpo, porém, é imprescindível que um/a nutricionista acompanhe e oriente sobre a alimentação.

A recomendação fundamental é a de não seguir dieta ou estilo de vida que não tenha sido elaborado por pessoa qualificada, já que, sem isto, pode gerar riscos à saúde.

Alimentos que aceleraram o metabolismo

Bons alimentos aceleram o metabolismo e desintoxicam o organismo.

Quando são utilizados com alimentação saudável e com a prática frequente de atividade física, eles ajudam a aumentar a perda de peso e a melhorar o funcionamento do organismo em geral.

Conheça alguns alimentos que ajudam a acelerar o metabolismo.

Pimenta vermelha: rica em capsaicina, substância com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, ajuda a aliviar a dor, prevenir câncer e a acelerar o metabolismo.

A recomendação é consumir cerca de 3 g de pimenta por dia, sendo que quanto mais ardida, maior o teor em capsaicina. Atenção: o consumo exagerado pode causar queimação na boca e no estômago.

Chá verde: rico em flavonoides e cafeína, substâncias que aumentam o metabolismo e favorecem a queima de gordura. Tem efeito diurético, ajudando a eliminar a retenção de líquidos.

 

Outros alimentos que ajudam a acelerar o metabolismo

Canela: tem ações termogênica, anti-inflamatória e antioxidante. Melhora a digestão e ajuda a controlar a diabetes e o colesterol alto.

Gengibre: contendo os compostos gingerol, aumenta a produção de calor e de suor, ajuda o emagrecimento e a prevenção do ganho de peso. Melhora a digestão e combate os gases intestinais.

Guaraná: aumenta o metabolismo porque contém cafeína, que auxilia o processo de emagrecimento.

Vinagre de maça: auxilia a perda de peso porque melhora a digestão. Aumenta a saciedade. Combate a retenção de líquidos e é rico em antioxidantes.

Maneiras de acelerar o metabolismo e queimar gordura

Apostar em alimentos como batata-doce, gengibre e iogurte ajuda a perder peso.

Além disto, há outras formas de acelerar o metabolismo e ajudá-lo a eliminar gorduras inadequadas.

Acompanhe!

Exercícios cardio: exercícios cardiovasculares são cruciais para manter o metabolismo em pleno funcionamento.

Desjejum: após longa noite de jejum, o organismo precisa de combustível para acelerar o metabolismo. Pular a refeição da manhã pode diminuir a capacidade de o corpo queimar gordura. Refeição saudável precisa ser feita até uma hora após acordar, para manter o metabolismo ativo.

 

Outros modos de acelerar o metabolismo

Não pular refeições: deixar de fazer refeições pode enganar o corpo e levá-lo a acreditar que não está recebendo comida suficiente e por isto armazena mais calorias.

Desestressar: O estresse pode desacelerar o metabolismo. O cortisol (hormônio do estresse) é o culpado, já que, quando os níveis estão muito altos, ele inibe a habilidade do corpo de queimar gordura.

 

Mudança de hábitos

Acelerar o metabolismo e queimar gordura acaba se transformando em busca constante para várias pessoas. A boa notícia é que algumas mudanças de hábito, especialmente na alimentação, auxiliam o processo de queima calorias.

 

Boquinha antes de deitar

Não é uma piada, não. Comer alguma coisinha antes de ir para a cama ajuda a acelerar o metabolismo.

Baixos níveis de açúcar no sangue fazem com que se tenha menos músculos, o que faz com que o metabolismo se arraste. Para mantê-lo ativo, tomar snack de 100 a 200 calorias antes de se deitar, para queimar calorias enquanto dorme.

 

Preferência a grãos integrais

Possuidores de fibras, os grãos integrais ocupam mais espaço no estômago se forem comparados com outros alimentos com o mesmo número de calorias.

Por serem mais difíceis de serem mastigados, fazem que o ato de comê-los seja mais difícil, ampliando a queima de gordura.

Não se esquecer, portanto, de incluir o arroz integral, a cevada, a quinoa e a aveia na dieta.

 

Observar intervalos nos exercícios

Optando pela prática de exercícios cardiovasculares no mesmo ritmo todos os dias é preciso seguir intervalos de alta intensidade para queimar mais calorias em cada sessão.

 

Treinos de força

Lembre-se de fazer treino de musculação porque ele é maneira poderosa de queimar gordura.

 

Chocolate amargo

Produz vários benefícios para a saúde. Um deles é acelerar o metabolismo. Possui ingredientes (cafeína e catequina) que atuam neste sentido.

Atenção! Comer apenas um quadradinho pequeno para não acumular calorias e gorduras.

 

Beber bastante água

Não tomar água na quantidade suficiente pode fazer com que a pessoa se sinta fadigada.

Estudo mostra que pessoas que bebem de oito a 12 copos de água por dia queimam mais gordura do que quem toma apenas quatro.

Não se esqueça, pois, da garrafinha.

 

 Dormir tranquilamente

Ampla lista de benefícios está relacionada ao hábito de dormir bem. Estudos comprovam que o ganho de peso está relacionado à privação de sono.

Para acelerar o metabolismo, a recomendação é a de se dormir de sete a oito horas por noite.

 

Reduzir o consumo de carboidratos processados

O açúcar presente no carboidrato processado traz ao corpo calorias extra e muita gordura.

 

Consumir iogurte

O cálcio presente nos alimentos lácteos aumenta o metabolismo, fazendo com que o corpo queime gordura mais rápido.

Os melhores resultados são obtidos através do consumo de produtos com baixo teor de gordura.

 

Escolher proteínas magras

As proteínas magras exigem mais energia para serem digeridas. Quanto mais difícil for o trabalho, mais calorias são queimadas.

 

Batata-doce

Nutritiva, a batata-doce é opção saudável. Não só é rica em nutrientes como vitamina A e antioxidantes anti-inflamatórios, mas também contém hormônio (adiponectina) que regula o açúcar no sangue.

 

Caminhar

Fazer caminhada ajuda a digestão depois de refeição e acelera o processo de queima de gordura. Estudos demonstraram que ficar sentado por uma hora ou mais reduz as enzimas responsáveis pela queima de gordura em até 90%.

 

Comer frutas e vegetais

Mastigar estes alimentos requer energia, portanto, prefira consumi-los no estado natural. Levar mais tempo para mastigar significa que o cérebro tem mais tempo para registrar que o corpo está cheio, então, vai consumir menos calorias.

 

https://www.tuasaude.com/alimentos-que-aceleram-o-metabolismo/

 

Sucos para acelerar o metabolismo

Existem vários sucos termogênicos (termogênese é o processo de produção de calor no organismo) para emagrecer de jeito natural.

Alimentos termogênicos exigem maior esforço do corpo na hora da digestão e, por isto, ele gasta mais calorias para digeri-los.

Alimentos como a pimenta rosa, o hibisco, o gengibre, a canela, entre outros, são ótimos, uma vez que, pelas propriedades nutricionais e antioxidantes, ajudam a combater a ação dos radicais livres.

 

Serviço completo

 Os sucos para acelerar o metabolismo funcionam muito bem também para repor energia, hidratar, produzir e aumentar as enzimas digestivas, além de fortalecer o sistema imunológico.  Benefícios não faltam, mas, além disto, é preciso relacionar outros fatores para obter bons resultados.

Os sucos termogênicos, todavia, não fazem milagres. Ter alimentação saudável e fazer exercícios físicos com regularidade é fundamental para o processo de emagrecimento e para a manutenção da boa saúde.

 

https://www.belezanaweb.com.br/loucas-por-beleza/sucos-para-acelerar-o-metabolismo/

 

Sucos termogênicos

Sucos naturais, sem açúcar. Se houver interesse em adoçá-los, usar adoçante stevia ou açúcar de coco.

 

Melancia e hibisco

O hibisco tem elevada concentração de antocianina, antioxidante responsável pelo efeito anti-inflamatório no combate aos radicais livres. Ajuda no rejuvenescimento das células da epiderme, retardando o envelhecimento precoce. Combinando com melancia, o suco ganha frescor e sabor, além de garantir boa dose de vitaminas.

 

Morango e pimenta rosa

O morango é rico em vitaminas. A pimenta rosa possui cálcio, ferro, vitaminas A, B1, B2, B3 e C. Tem ação antioxidante e anti-inflamatória pela presença dos flavonoides capsaicina e licopeno, que atuam na reparação de danos genéticos causados pelos radicais livres, prevenindo o desenvolvimento do câncer e reduzindo o processo de envelhecimento celular. A pimenta rosa estimula o processo de vasodilatação, que melhora o fluxo sanguíneo e favorece a irrigação dos tecidos e o relaxamento dos músculos.

 

Suco verde e gengibre

Couve, abacaxi, linhaça são altamente saudáveis, mas o gengibre é rico em gingerol, que aumenta a circulação sanguínea, melhorando o fluxo de sangue.

https://www.belezanaweb.com.br/loucas-por-beleza/sucos-para-acelerar-o-metabolismo/

 

Outros sucos para acelerar o metabolismo

Outros tipos de suco ajudam a acelerar o metabolismo, promovendo o emagrecimento sadio.

Pepino e gengibre, melancia e morango, abacaxi com beterraba, chá verde e melão, beterraba e linhaça, abacaxi e gengibre.

 

https://www.google.com.br/search?source=hp&ei=ExIGX6GyHZyj5OUPvOm8kAY&q=sucos+que+aceleram+o+metabolismo&oq=sucos+que+aceleram+o+&gs_lcp=

 

Chás que aceleram o metabolismo

Por falta de conhecimento, pessoas se atêm à lista de alimentos que prometem secar gorduras em pouco tempo. Desconhecem, porém, o poder das bebidas termogênicas, ou seja, aquelas que aceleram o metabolismo.

Opções excelentes para acelerar a perda de peso sem comprometer a saúde são chás que aceleram o metabolismo, fazendo com que sejam eliminadas gorduras indesejadas sem prejudicar a saúde.

Conheça lista com chás que auxiliam na aceleração do metabolismo.

Chá verde: ajuda a emagrecer e acelera o metabolismo. Auxilia a controlar a glicemia porque reduz o índice de açúcar no sangue e diminui a vontade de comer carboidratos.

Gengibre: aumenta o metabolismo em 20%. Também pode ser ingerido cru, refogado ou batido em sucos naturais.

Canela: além de acelerar o metabolismo, aumenta a temperatura interna do corpo, fazendo-o queimar mais calorias. A canela também melhora a circulação.

Gengibre + canela: unindo estes dois termogênicos é possível acelerar a perda de peso.

Chá verde com canela: combinação interessante com grande poder termogênico. Ambos ajudam a emagrecer, além de prevenir o envelhecimento precoce.

Gengibre com abacaxi: Boa alternativa para quem não gosta do sabor forte do gengibre sozinho.

 

https://www.google.com.br/search?source=hp&ei=ExIGX6GyHZyj5OUPvOm8kAY&q=ch%C3%A1s+que+aceleram+o+metabolismo