Dicas para cuidar da saúde durante o outono

Desde sábado, 20 de março, estamos na estação outonal. Ela vai se estender até o dia 21 de junho vindouro.

O outono é conhecido como período de transição e se caracteriza pelo declínio gradativo das temperaturas.Por isto mesmo, portanto, há a necessidade das pessoas atentarem para os riscos que a estação representa para a saúde.

Riscos à saúde por conta das condições climáticas

Pela razão de chover com menos frequência a umidade do ar é inferior (ar seco) e a ocorrência de ventanias e nevoeiros é maior, colocando o sistema respiratório em perigo. Em função disto,as condições climáticas adversas aumentam a possibilidade de a pessoa, portanto, contrair doenças respiratórias, além de outras, como é o caso de alergias.

Redobrar cuidados

Com a mudança da estação, que marca a substituição dos dias quentes por dias mais amenos, inclusive, mais frios em algumas ocasiões, os cuidados com a sua saúde devem ser redobrados. Acontece que nesta época  é comum ao ser humano ter alguns problemas relacionados à saúde, justamente, por causa das mudanças que aparecem com a nova estação.https://prosaudelojas.com.br/como-ter-mais-energia-e-disposicao-no-dia-a-dia/

Dicas preventivas para cuidar da saúde no frio

Com a mudança de temperatura, pessoas gostam de ficarem mais próximas umas das outras, em locais fechados, o que aumenta a incidência de algumas doenças transmitidas pelo ar, como a gripe, mas, a sinusite, a rinite e a otite também costumam se intensificar neste período do ano. Exigem, por este motivo, portanto, de bastante atenção.

https://prosaudelojas.com.br/segredos-do-emagrecimento-saudavel/

Doenças virais

Quando ocorre a mudança de estação é muito comum o organismo humano reagir de modos diferentes. Isto ocorre, principalmente, no outono, quando há baixa umidade do ar, fazendo com que o ar fique seco.

Além disto, a temperatura oscila muito, favorecendo a proliferação de doenças virais, que são transmitidas com facilidade, sobretudo, quando a pessoa se encontra em ambiente fechado e/ou aglomeradas com outras pessoas. Quando isto acontece, poucos escapam ilesos, sejam crianças ou adultos, porque todos estão suscetíveis às viroses e aos problemas respiratórios, como asma, rinite ou gripe. A recomendação a todos, por esta razão, é terem muitos cuidados.

Sinais e sintomas de doenças no outono

Todas as pessoas estão vulneráveis ao desconforto da mudança de estação, no entanto, crianças, idosos e pacientes de doenças crônicas compõem o grupo de risco e que são mais propensos a síndromes gripais. Elas atingem as vias inferiores, onde causam bronquite e pneumonias; e vias superiores, onde geram tosse seca e rinite.

Além disto, também é comum haver irritação nos olhos, secura e coceira, culminando, muitas vezes, em quadro de conjuntivite, doença, aliás, bastante comum durante o outono.

Recomendações e cuidados

Manter-se hidratado, não ficar por longos períodos em locais fechados, higienizar as mãos frequentemente, adotar alimentação balanceada e hidratar a pele

Durante o outono, a pele sofre rachaduras e irritações. Para evitar isto, o ideal, portanto, é evitar banhos quentes e usar hidratante específico para o rosto e, outro, para o corpo.

https://www.policlinicafrg.com.br/noticia/5-dicas-para-cuidar-da-saude-com-a-chegada-do-outono/

Alimentação, base da imunidade do corpo

A imunidade humana está alicerçada na alimentação e, em razão disto, é importante manter refeições equilibradas.

A dica é a de que se opte por alimentos orgânicos, evitando produtos industrializados, bem como, dar preferência à água, sucos naturais e/ou chás para que seja feita a hidratação do corpo.

Não se esquecer de que em período de clima mais frio também é preciso se hidratar.

Boa opção em dias com temperatura mais amena são sopas e caldos com legumes, proteínas e verduras.

 

 https://prosaudelojas.com.br/relacao-do-cancer-com-a-alimentacao/